NOSSOS PROCEDIMENTOS

Procedimentos para Aumento Peniano funcionam?

Mitos e Verdades sobre Aumento do Pênis

É possível aumentar o tamanho do pênis?

 

Esta pergunta é realizada diariamente em nossa clínica. No Google ela aparece como procura espontânea 33 vezes por dia (dados de 2018).

 

A Cirurgia para Aumento de Pênis ou Faloplastia é um procedimento realizado em centro cirúrgico e demora aproximadamente 60 minutos. Após o procedimento o paciente necessita de observação médica pelo menos por 4 horas para então receber alta.

 

Deve haver um resguardo de relação sexual e masturbação por aproximadamente 30 dias, conforme os procedimentos de pós-operatório da cirurgia de aumento peniano.

 

O ângulo da ereção continuará o mesmo depois da Cirurgia para Aumento do Pênis, uma vez que o que determina a angulação da ereção é a pressão interna do pênis, sem haver qualquer ligação com os tendões seccionados na cirurgia. A qualidade da ereção também permanecerá a mesma.

 

 

 

É importante ressaltar que a Penisplastia (Cirurgia Aumento de Pênis) é um passo dentro do processo de Reconstrução Genital que será complementado com a fisioterapia (uso do aparelho extensor). Se não houver a complementação do tratamento com o uso do aparelho extensor, o pênis poderá ficar até menor do que era antes. Temos recebido inúmeros pacientes nessa situação. A falta de conhecimento técnico de alguns profissionais ocasiona este tipo de problema, inclusive colocando sob suspeita, mesmo dentro da classe médica, o procedimento de Aumento Peniano (Faloplastia).

 

 

 

Reconstrução Genital: Nova Visão (Aumento Peniano)

 

Cirurgia de Secção do Ligamento Peniano (Faloplastia ou Aumento de Pênis): Dois artigos descrevem a secção do ligamento suspensório peniano como uma forma de alongar o pênis. Protogerou et al. executou este procedimento em 40 pacientes e obteve um aumento no comprimento peniano que variou de 2,3 a 5,1 cm no estado flácido e 1,4 a 3,2 cm em ereção, com satisfação de 67,5% dos pacientes estudados. Por sua vez, Li et al. realizaram essa cirurgia em 42 indivíduos, obtendo um ganho no comprimento que variou de -1 a +3 cm, com satisfação de apenas 35% de sua casuística, sendo que, naqueles pacientes com diagnóstico de transtorno dismórfico corporal, os resultados foram ainda piores (27%).

 

Fonte: UROLOGIA ESSENCIAL. O TAMANHO DO PÊNIS. V.3. N.2. JUL. DEZ. 2013.

ROGÉRIO ALVES BARBOZA LUIZ OTÁVIO A. DUARTE PINTO ELOÍSIO ALEXSANDRO DA SILVA

 

 

Estamos de acordo com os trabalhos acima.

 

 

Relato da Sociedade Brasileira de Urologia em relação ao Aumento Peniano

 

 

1. Qual a média do tamanho do pênis do brasileiro?

 

Veja o quadro abaixo:

 

2,5% 5% 10% 25% 50% 75% 90% 95% 97,5%
10,5cm 12,0cm 12,5cm 13,5cm 14,5cm 15,5cm 16,5cm 17,0cm 17,5cm

 

O quadro deve ser interpretado assim, na relação inversa: Se o homem tem um pênis com 16,5 cm de comprimento, ele tem um pênis maior que 90% dos brasileiros e menor que apenas 10%; Se um homem tem um pênis com 13,5 cm de comprimento, ele tem um pênis maior que 25% dos brasileiros e menor que 75%. Para um pênis com 17,0 cm, este é maior que 95% e menor que 5% dos pênis brasileiros.

 

 

2. Um pênis flácido pequeno é pequeno em ereção ?

 

Não existe uma relação fiel entre o estado de flacidez e de ereção, isto é, o pênis é uma estrutura complexa, elástica e dinâmica, que tende a se retrair no frio ou em situações de "stress", por exemplo. Assim, um pênis pequeno flácido pode se tornar o dobro ou mais quando ereto.

 

 

3. Qual é o tamanho normal de um pênis no homem adulto?

 

Em média, no estado de flacidez (não ereto) em torno de 4 a 6 cm, quando em ereção em torno de 12 a 15 cm e com 12 cm de circunferência, no homem caucasiano (branco). Existem variações para mais e para menos.

 

 

4. Existe como aumentar o pênis? Se não, porquê? Qual a causa?

 

Não. Se você se refere aos procedimentos, muitos dos quais citados na internet, simplesmente não funcionam. O mesmo se dá em relação aos remédios, exercícios, hormônios (hormônio num homem depois dos 18 anos atrofia os testículos e retrai o pênis), extensores, etc.

 

Se você refere-se à causa, nós somos determinados pela genética da raça de nosso ancestrais. Dela não escapamos.

 

Como você pode ler no site, a média entre os brasileiros é ao redor de 10 a 12 cm e metade dos brasileiros tem pênis menores que 14 cm, ereto.

 

Casos de microfalia verdadeira são raros e consistem na única indicação de uma tentativa de aumento peniano, com resultados muito precários em termos de ereção. Nos traumas severos, arrancamentos, avulsões e mordeduras, obviamente que se tenta uma reparação, com resultados eventualmente bons, sem ganho de comprimento ou largura, mas sequelas severas (encurvamentos, cicatrizes, etc.) e o primeiro mandamento do médico é não causar o mal.

 

Fonte: http://www.uro.com.br/faq_pen.htm

 

 

5. Até que idade o pênis cresce?

 

Conforme o gráfico abaixo o pênis cresce até os 19 anos e para outros pesquisadores até 21 anos.

 

Nós na clínica utilizamos o gráfico abaixo que vai até 19 anos, após esta idade não há crescimento do pênis naturalmente.

 

 

6. Modo correto de medir o pênis

 

Antes de tudo, é preciso saber que existem diferentes modos de medição. Primeiramente, o pênis deve estar ereto ao máximo. Em medições clínicas, essa situação é difícil de atingir. Pode ser usadas drogas injetadas no pênis de modo a induzir a ereção, proporcionando resultados mais consistentes. Alguns médicos esticam o pênis flácido ao máximo possível - sem que haja desconforto - e toma a medida baseada na teoria que um pênis flácido completamente esticado é igual com o corpo em comprimento a um pênis ereto, com poucos milimetros de diferença.

 

Não é muito confiável acreditar em afirmações dos próprios pacientes sobre o tamanho do seu pênis, já que alguns exageram, são incapazes ou mesmo não dispostos a medirem o pênis corretamente. Isso sem falar que os conceitos de “grande”, “médio” ou “pequeno” varia de pessoa para pessoa, principalmente no caso em questão. Ou seja, o que é grande para um pode ser médio ou pequeno para outros.

 

O comprimento é medido com a pessoa em pé e com o pênis paralelo ao chão. A medida do comprimento é feita horizontalmente ao longo da região dorsal (de cima) do pênis desde a origem (base) até a ponta.

 

 

Dr. Marcio Dantas de Menezes
Cirurgião Vascular e Sexualidade Humana
CRM SP 111.379
www.marciodantas.med.br

 

7. Leituras recomendadas e referências:

 

Clinica Mayo - http://www.mayoclinic.com/health/penis/MC00026

ISSM – Sociedade Internacional de Medicina Sexual - http://www.issm.info/

Vardi Y and Lowenstein L. Penile enlargement surgery - Fact or illusion? Nat Clin Pract Urol. 2005; 2(3): 114-115.

AUA – Associação Americana de Urologia - http://www.urologyhealth.org/adult/index.cfm?cat=10&topic=330

Wikipedia – Tamanho do pênis - http://en.wikipedia.org/wiki/Penis_size

Wikipedia – Aumento peniano - http://en.wikipedia.org/wiki/Penis_enlargement

Li C, Kayes O, Kell PD, Christopher N, Minhas S, Ralph DJ. Penile suspensory ligament division for penile augmentation: indications and results. Eur Urol. 2006; 43; 729-733.

 

 

 

Dúvidas sobre aumento peniano e nossos procedimentos podem ser enviadas pelo formulário abaixo: