(11) 94570-7451 (11) 97367-7711 (11) 98592-6308

NOSSOS PROCEDIMENTOS

Aumento Peniano

Prótese Peniana, Remédio, Massagem, Exercícios

 

Forças de evidências para o Aumento Peniano

 

Os dispositivos a vácuo (bomba peniana de vácuo) estão associados a altas taxas de satisfação do paciente e do parceiro e são uma opção de tratamento eficaz e de baixo custo para homens selecionados com disfunção erétil (DE). Eles são eficazes na população geral de DE, assim como em homens com diabetes, lesão da medula espinhal, pós-prostatectomia e outras condições.  

 

As bombas penianas que hoje prometem aumento peniano tiveram como início o objetivo de melhorias de qualidade de ereção. O seu uso sistemático demonstra melhorias estatisticamente significativas em todas as subescalas de Disfunção Erétil.

 

Foram relatadas, com uso deste dispositivo de vácuo, que 92,7% dos pacientes usaram com sucesso o dispositivo para ter relações sexuais.

 

Mais de 90% dos estudos na área de Aumento Peniano (com bomba peniana) ainda são de contribuições observacionais pessoais sem carater científico. O que encontramos na internet como anúncios prometendo soluções rápidas, indolores e de sucesso imediato (remédios, formulações especiais, aparelhos) são ainda desprovidos de informações que nos dê segurança para sua indicação médica.

 

As taxas de abandono quando iniciam o uso de alguma destas técnicas, em especial, sem a presença de um médico especialista orientando, levam ao desânimo e esquecimento do seu uso de forma inapropriada para se ter resultado. Com isso o desejado não acontece (aumento peniano). Obtendo-se nenhum resultado positivo, como ganho no tamanho do pênis. Além disso as amostras clínicas são pequenas.

 

Os médicos devem aconselhar os homens que querem aumentar o pênis com bombas, remédios, massagens e outros procedimentos não convencionais de que podem ocorrer eventos adversos mesmo pequenos, mas há possibilidade. Os mais comuns são:

 

- Petéquias penianas transitórias ou hematomas (16 estudos: média de 17,7%; variação de 0 a 50%)

- Desconforto ou dor (17 estudos: média de 18,2%; variação de 0 a 64%)

- Dificuldade de ejaculação (9 estudos: média de 21,6%; variação de 3,4 a 40%)

- Dificuldade com o dispositivo (10 estudos: média de 19,8%; intervalo 0 a 66,6%).

 

 

Alguns homens também notaram perda de sensibilidade (7 estudos: média de 14,5%; variação de 3,2 a 45%). Homens que estejam recebendo terapia anticoagulante e / ou que tenham distúrbios hemorrágicos ou que tenham histórico de priapismo devem usar os DEVs com cautela.

 

Somente bombas de vácuo, contendo um limitador de vácuo (um recurso que limita a quantidade de pressão de vácuo e reduz o potencial de lesão peniana) devem ser usados, sejam adquiridos no balcão ou adquiridos por prescrição.

 

Nossa recomendação é que nunca use bomba à vácuo ou qualquer tipo de remédio ou tração mecânica do pênis sem orientação médica.

 

Dr. Márcio Dantas e equipe

Fonte: http://www.auanet.org/guidelines/erectile-dysfunction-aua-guideline-(2018)

 

Mais informação sobre o uso da Bomba Peniana você encontra aqui:

- Uso de Terapia de Tração Peniana, Dispositivos de Ereção a Vácuo e Cirurgia Vascular para tratamento de Disfunção Erétil

Uso correto da Bomba Peniana

 

Para outras dúvidas, entre em contato conosco: